Sua indústria

Quais os benefícios de oferecer contas digitais aos seus clientes?

Não resta dúvida de que as contas digitais já são parte fundamental das ferramentas financeiras do dia a dia em praticamente todo o mundo. Só aqui no Brasil, já em fevereiro de 2022 o número de contas digitais abertas já superava os 250 milhões – ou seja, mais contas que pessoas! Está claro que o fenômeno veio para ficar e que quem quer oferecer contas digitais tem um mercado quente a explorar, né?

O boom das contas digitais terminou de se consolidar graças às mudanças nos hábitos de consumo provocadas pela pandemia de Covid-19. De acordo com um estudo da Global Findex, 76% dos adultos em todo o mundo tinham um banco ou conta digital em 2021. Foi um belo aumento frente aos 68% registrados em 2017 – e olha o quanto avançou desde os 51% registrados em 2011! 

Os benefícios oferecidos pelas contas digitais são fundamentais no contexto. Por isso, constituem um modelo de negócio altamente conceituado no mundo corporativo. Cada vez mais organizações, empreendedores e investidores escolhem as contas como um negócio escalável e promissor para desenvolver. Até mesmo empresas de diferentes setores, como agricultura, varejo, exchanges de criptomoedas e delivery vêm adotando o modelo como unidade de negócios além de seu core business.

Vem conhecer neste artigo todos os benefícios econômicos e de posicionamento que a sua empresa também pode ter ao oferecer contas digitais!

Direto ao ponto: quais são os principais benefícios de se oferecer contas digitais?

Dá para agrupar em três grupos os benefícios de se oferecer contas digitais aos clientes:

  1. Estratégia e finanças: As contas são o primeiro passo para oferecer mais produtos aos seus clientes. Por exemplo: cartões, seguros, empréstimos e investimentos disponíveis a partir do saldo depositado em cada conta. Um dos benefícios mais importantes é de quando se conecta as contas com o oferecimento de cartões. Afinal, eles trazem ganhos por meio de comissões, juros ou a tarifa de intercâmbio. E o melhor é que, a nível tecnológico, esta conexão pode ser feita facilmente através das APIs.
  2. Percepção do consumidor: O bom posicionamento da sua marca é um ativo imensurável – e muito valioso. Se além do seu próprio negócio você viabiliza serviços financeiros, a valorização do consumidor pela sua marca aumentará muito, gerando prestígio. Por sua vez, este prestígio traz fidelização, já que seus clientes encontrarão mais de uma solução em sua empresa e não precisarão sair buscando suprir esta demanda no mercado.
  3. Dados: Quando você adota soluções de embedded finance no seu negócio, passa a ter acesso ao comportamento transacional dos seus clientes. Esses dados são bem valiosos e monetizáveis ​​de várias perspectivas. Por exemplo, para:
    1. Melhorar a experiência de seus usuários com base em seu comportamento;
    2. Avaliá-los melhor antes de oferecer crédito;
    3. Realizar validações de identidade;
    4. Vender informações anônimas (não pessoais).

Por que as contas digitais são um negócio que não para de crescer?

Cada cliente usa como mais convém 

Pequenos poupadores ou investidores estão bastante empolgados em ter contas digitais para fazer valer seu salário mensal. Como elas são gratuitas, é muito fácil para eles criar uma conta em diferentes serviços que aparecem no mercado, que atendem às suas diferentes necessidades. Por exemplo: 

  • Carteiras digitais e crypto;
  • Contas poupança;
  • Contas de investimento;
  • Contas para pagamento de serviços.

O contexto socioeconômico ajuda

Diante das grandes desvalorizações ou da inflação – características da América Latina –, muita gente encontra nesta nova gama de produtos uma oportunidade de investir seu dinheiro sem ter que “congelá-lo” como nas ofertas bancárias tradicionais (e nos CDBs e letras de crédito), render pouco nas poupanças tradicionais ou ter que apostar na renda variável.

E, neste caso, qual é o negócio para as empresas? Simples: ter saldo depositado nas contas gera retorno também para o seu negócio. Além de todos os produtos associados que já falamos acima!

No Brasil, por exemplo, várias opções de contas digitais remuneradas já surgiram no mercado. O princípio delas é que elas usam o saldo das contas para investir em títulos lastreados no Certificado de Depósito Interbancário (CDI), que acompanha a taxa básica de juros. Na prática, isso significa que é possível oferecer aos usuários uma conta que paga melhor que a poupança e não exige deixar seu dinheiro parado por muito tempo.

Ou seja: da necessidade de garantir que os consumidores não sejam engolidos pela inflação surgem novas possibilidades e oportunidades!

Beneficios corporativos e conhecimento sobre os colaboradores

Após a pandemia e a instalação do trabalho remoto como o “novo normal”, as empresas começaram a buscar melhores formas de recompensar seus funcionários. É aqui que as contas digitais – e os cartões – desempenham um papel fundamental ao “digitalizar” os benefícios trabalhistas, contas corporativas, compensões e cartões-presente.

Mas não é só isso: a tecnologia traz ainda ferramentas de big data, graças às quais dá para conhecer mais sobre as preferências de cada funcionário. Assim, benefícios podem ser segmentados e aprimorados continuamente, proporcionando a melhor experiência e satisfação a todos os integrantes de uma empresa ou organização.

Mais confiança que nas soluções tradicionais

Em diferentes países, as possibilidades oferecidas pelas contas digitais fazem com que cada vez mais pessoas migrem das soluções tradicionais para elas. No Brasil, as estatísticas não param de crescer – só em 2022 o úmero de brasileiros com conta exclusivamente digital saltou 73%!

E muita gente as considera até mais seguras que soluções bancárias tradicionais, graças aos seus mecanismos antifraude sempre atualizados e flexíveis. No Brasil, enquanto os protocolos de segurança das contas digitais já estão sob o olhar atento do Banco Central, em outros países latino-americanos várias instituições reguladoras também vêm adotando soluções neste caminho. Segurança sempre!

O que considerar para lançar as suas próprias contas

Antes de mais nada, é importante entender se as contas são uma necessidade latente do seu negócio e dos seus clientes. Lançar contas digitais envolve esforço, e elas irão gerar valor à medida que forem utilizadas. Portanto, entender qual será a base de usuários e como você pode conseguir fazer estas contas ganharem tração é fundamental. 

Tendo planejado as fontes de receita mais oportunas, vem então o momento de entender muito bem que tipo de funcionalidades e serviços elas precisam ter para garantir uma oferta boa aos potenciais usuários e construir uma proposta de valor de acordo com as necessidades deles. Aqui é oportuno contar com un parceiro tecnológico especialista em infraestrutura de serviços financeiros, que vai te ajudar a escalar seu negócio com foco no público certo e descomplicando eventuais obstáculos.

GO fintech

Conte com nossa tecnologia para lançar e escalar serviços financeiros na América Latina em poucas semanas.

Quero saber mais

  • Team Pomelo

    Somos a equipe de especialistas em conteúdo e fintechs que está por trás da voz, ou melhor, das Words da Pomelo. Vamos contar tudo sobre a indústria, tendências, produtos, metodologias, boas práticas e histórias pomeleiras.

Comments are closed.